meditação diária Assim como estamos

Vinde a Mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados. Mateus 11:28

meditacao-diaria





Alguns pensam que precisam passar por uma prova, e assim demonstrar primeiramente ao Senhor que estão reformados, antes de poder pedir Sua bênção. Entretanto, eles podem pedir a bênção de Deus agora mesmo. Eles pre­cisam de Sua graça, o Espírito de Cristo, para ajudá-los em suas fraquezas, ou não poderão resistir ao mal. Jesus deseja que nos cheguemos a Ele assim como estamos, pecaminosos, desamparados e dependentes. Devemos ir com todas as nossas fraquezas, leviandade e pecaminosidade, e lançar-nos a Seus pés. Ele Se alegra ao envolver-nos em Seus braços de amor, curar nossas feridas e purificar-nos de toda impureza.

É nesse ponto que milhares fracassam. Não creem que Jesus lhes perdoa pes­soalmente e de modo individual. Não põem à prova o que Deus diz. É privilégio de todos os que aceitam as condições saber verificar, por si mesmos, que o per­dão é oferecido amplamente para cada pecado. Afaste qualquer suspeita de que as promessas de Deus não são para você. Elas são direcionadas a cada transgres­sor que se arrepende. Força e graça foram dadas por meio de Cristo para serem levadas por anjos ministradores a todo aquele que crê. Ninguém é tão pecador que não possa encontrar força, pureza e justiça em Jesus, que por todos morreu. Ele anela livrar os pecadores de suas vestes manchadas e poluídas pelo pecado, e vestir neles as vestes brancas da justiça. Ele insiste para que vivam, e não morram.

Deus não nos trata como os seres humanos tratam uns aos outros. Seus pen­samentos são pensamentos de misericórdia, amor e terna compaixão. Ele diz: “Deixe o perverso o seu caminho, e o iníquo, os seus pensamentos; converta-se ao Senhor, que Se compadecerá dele, e volte-se para o nosso Deus, porque é rico em perdoar” (Is 55:7). “Desfaço as tuas transgressões como a névoa e os teus pecados, como a nuvem” (Is 44:22). “Não tenho prazer na morte de ninguém, diz o Senhor Deus. Portanto, convertei-vos e vivei” (Ez 18:32).

Satanás está pronto para nos roubar as benditas promessas de Deus. Ele quer arrebatar do coração cada lampejo de esperança e todo raio de luz; mas você não deve permitir que ele faça isso. Não dê ouvidos ao tentador, mas diga: “Jesus mor­reu para que eu pudesse viver. Ele me ama e não quer que eu pereça. Tenho um Pai celestial compassivo” (Caminho a Cristo, p. 52, 53).



meditacao diária, reflexão diária,a caminho do lar, iasd, igreja adventista


Comentários fechados.

Artigos Relacionados