Como superar Timidez, como falar bem em publico?

Employees Listening to Presentation




Um bicho de sete cabeças. É assim que as pessoas demasiado tímidas, em muitas ocasiões, definem o “falar em público”. O medo de falar em publico, a ansiedade, a timidez e a insegurança atrapalha a boa comunicação e dão espaço para a vergonha de falar em público. A pessoa se sente inibida e perde a vontade de se pronunciar em público.

Será que o pensamento de falar na frente das pessoas, falar em público fazem você se contorcer? Se assim for, você está longe de estar sozinho. Muitas pessoas no mundo sofrem de leve a extrema timidez e estão lutando para superar essa timidez. Lembre-se que sair dessa situação não acontece da noite para o dia. Leva tempo, esforço, e, claro, o desejo de mudar, de superar a timidez. Você está no caminho certo, apenas lendo esse artigo sobre Como superar Timidez, como falar bem em publico – agora vamos continuar.

Nesse artigo vou apresentar alguns Degraus de ajuda conta a Timidez e o medo de falar em público.

Noções básicas sobre sua timidez

Você tem medo de falar em público? Soa as mãos ao ter que enfrentar uma plateia? Acelera o coração ao ter que apresentar um discurso? Calma! Isso acontece com a maioria das pessoas

Afinal de contas o que é timidez, porque temos essas sensações estranhas? Como se livrar da timidez e falar bem em público?

Existe algum curso ou terapia que ajuda a superar a timidez e falar bem?

Pense sobre a raiz de sua timidez. Timidez não significa necessariamente ser introvertido ou não gostar de si mesmo. Significa simplesmente que por algum motivo você se sentir envergonhado quando os holofotes bate em você. Qual é a raiz de sua timidez? Em geral, é o sintoma de um problema maior. Aqui estão três possibilidades:

Você tem uma auto-imagem fraca. Isso acontece quando avaliamos a nós mesmos e que a voz em nossas cabeças é negativa.

Você está preocupado com a forma como você se sai. Isso acontece quando nos concentramos demais em nós mesmos. Porque nós passamos o dia todo monitorando nossas ações e para garantir que nós não atrapalha ninguém, assumimos toda a carga emocional.

Você está rotulado como tímido por outros. Às vezes, quando estamos ansiosos, nervosos, estamos tímido Seja qual for o motivo, é possível superar isso. Eles são todas as formas de pensar e pensar é a única coisa que você tem total controle sobre. Sim!

Aceitar a sua timidez reconhecer que é tímido. Um dos primeiros passos para superar sua timidez é tentar aceitar a sua timidez e ser confortável com ela. Quanto mais você resistir a ela consciente ou inconscientemente, mais tempo vai prevalecer o trauma da timidez. Se você é tímido, então aceite-a e abrace-a totalmente. Uma forma de fazer isso é dizer a si mesmo repetidamente ‘Sim, eu sou tímido e eu aceito isso mas vou superar a timidez enfrentando-a “.

Descobrir seus gatilhos. Você torna-se tímido na frente de novos públicos? Quando aprende e precisa mostrar uma nova habilidade? Quando se aventura em uma nova situação? Quando cercado por pessoas que você conhece e admira? Quando você não conhece alguém em algum lugar? Tenta identificar os pensamentos que passam pela sua cabeça antes de estourar a timidez?.

As probabilidades mostram que não são em todas situações que você fica tímido. Você fica bem à vontade se em torno de sua família, certo? Como eles são tão diferentes dos estranhos ao seu redor? Eles não são – você só conhece-os melhor e além do mais, eles sabem quem é você. Não é você, é apenas as situações em que você está.

Faça uma lista de situações que fazem você se sentir ansioso e tímido. Faça uma lista para aquelas coisas que lhe deixa ansioso que lhe causa angustia, nervosismo e tente enfrentar as situações estressantes. Quando você coloca as coisas em termos concretos, que se sente como uma tarefa que você pode enfrentar e combater com sucesso ai as coisas flui com mais naturalidade.

Tente tornar as coisas o mais simples quanto possível. “Falar na frente das pessoas” pode ser um trauma, mas você pode ser mais específico. Falar na frente de quem tem mais autoridade do que você, Conversando com aqueles que você acha atraente, Quanto mais específico você for, mais fácil será identificar a situação e trabalhar com ela.

Conquiste a lista. Uma vez que você tem uma lista de 10-15 situações estressantes, começa a trabalhar com elas, um por um (depois de ler o artigo, é claro). As primeiras situações “mais fáceis” vai ajudar a construir a sua confiança para que você possa continuar se movendo para situações mais difíceis em sua lista. Você precisa escolher situações para treinar em falar e perder a timidez

Não se preocupe se você tem que ir para trás na lista, por vezes; levá-la ao seu próprio ritmo, mas, por favor, faze um esforço para empurrar-se e cumprir seu objetivo, falar bem com naturalidade.

Qualquer que seja a situação dentro de você que desencadeia a timidez é porque nós percebemos como um gatilho para acionar a timidez. Sua programação de computadores como quando em um “programa” fica um certo tipo de interrupção ele se comporta da mesma forma como temos programado para lidar com interrupções. Da mesma forma a nossa mente pode ser programada também. Pense um pouco mais profundo que foram programados desde a nossa infância, para reagir a certos estímulos, como ficar longe de estranhos, alturas, animais perigosos, etc. No entanto, para certos estímulos nossas reações são padrão, significa que nós ao percebê-los e reagir de uma forma que vem naturalmente para nós (por padrão) e esta reação pode ser falha. Por exemplo Quando as pessoas vêem um lagarto alguns veria isso como um réptil feio, enquanto alguns iria percebê-lo como um animal de estimação bonito, isso poderia ser por causa de sua reação natural (por padrão) ou resposta aos estímulos (lagarto). Da mesma forma, quando as pessoas tímidas ver pessoas (estímulos) a sua resposta natural é a timidez ou medo. A verdade é que você pode mudar essa resposta ao re-programar sua mente. de Algumas maneiras isto pode ser feito por …

Questionar a si mesmo e verificar a validade de suas razões. Por exemplo.

é essencial que você pratique falar em público para realmente superar o problema de timidez. Tente ver essa timidez como uma oportunidade para empurrar-se e fazer o oposto do que você tem feito quando você se sente tímido ou seja faça algo diferente. Quando você se sente tímido em público, você provavelmente sai para outro lugar tranquilo, porque esta tem sido sua reação padrão há muito tempo, mas desta vez, quando você se sentir tímido, faz justamente o contrario vá em frente mesmo sem conforto e fale com as pessoas. Sim, você vai se sentir extremamente desconfortável e negativo, mas novamente veja essas emoções como um gatilho para despertar novas emoções . Mais a magnitude destas emoções negativas, mais difícil mas eles vão motivá-lo a ir em frente. Depois de tentar isso por várias vezes você vai perceber que esses sentimentos e emoções negativas eram na verdade seus bons amigos, porque eles te motivou a ser determinado nos momentos difícil ao falar em público.

Coloque sua atenção em outros. Para 99% de nós, tornamo-nos tímido quando pensamos que ao falar vamos ficar destacados, e vamos envergonhar-nos. É por isso que é importante se concentrar em outros, colocando nossa atenção (mental) em outros lugares. Quando parar de se concentrar em nós mesmos, deixamos de ser capazes de estar preocupado como nos vamos sair.

A maneira mais fácil de fazer isso é se concentrar em compaixão. [1] Quando estamos nos sentindo compassivo, Simpático, ou mesmo empatia, deixamos de ser preocupados com nós mesmos e começa a dedicar todos os nossos recursos mentais para entender os outros. Lembrando que todo mundo está lutando algum tipo de batalha – (! Grande para eles) grande ou pequeno – nos ajuda a lembrar todos merecem nosso cuidado.

Se isso não funcionar, imagine um padrão de pensamento como você imagina que outras pessoas têm. Se você está preocupado sobre como você olha, você está assumindo que todo mundo está focado para o exterior (dica: eles realmente não é). Padrões de pensamento são contagiosos; uma vez que você começar, você não será capaz de parar.

Visualize o sucesso. Feche os olhos e visualize uma situação onde você pode ser tímido. Agora, no olho da sua mente, pensa em ser confiante. Faça isso muitas vezes, e em diferentes situações. Esta é mais eficaz se você fizer isso diariamente, especialmente na parte da manhã. você pode se sentir bobo(a), mas os atletas usam a visualização para desenvolver suas habilidades, então por que não você? Se quiser se livrar da timidez e falar bem em público com eloquência.

O dom da oratória pode ser adquirido




Envolver todos os seus sentidos para que você se sinta o mais real. Pense em ser feliz e confortável. O que está parecendo? O que você está fazendo? Dessa forma, quando chegar a hora, você estará preparado.

Pratique a boa postura. Permanente de altura dá ao mundo a impressão de que você é auto-confiante e receptivo aos outros. Muitas vezes somos tratados da maneira como nos sentimos – por isso, se você se sente aberto e acessível, seu corpo vai emular a sensação do corpo sobre a matéria.!

Isso vai enganar o seu cérebro também. Pesquisa diz que a boa postura (cabeça erguida, ombros para trás, e os braços abertos) faz-nos sentir autoritário, confiante, e – ainda por cima – reduz o estresse E você nem sequer precisa de mais razões!

Pratique falar claramente para si mesmo. Isso ajudará a evitar o constrangimento potencial da necessidade de repetir o que você disse, devido à resmungando ou falando muito calmamente. Você tem que se acostumar a ouvir a sua própria voz! Amando-a, mesmo.

Grave-se fingindo ter conversas. Soa ridículo, claro, mas você vai perceber padrões, quando e por que você sai fora, momentos em que você assume que você está falando alto, mas você realmente não está, etc. No início, você vai se sentir como um ator (e fazer Coisas como os atores fazem para entrar no momento), mas isso vai se tornar um hábito antigo. A prática faz hábitos, você sabe!

Não se compare com os outros ao tentar falar bem em público. Quanto mais você se comparar aos outros, mais você vai sentir que você não é capaz de medir-se e quanto mais você vai se sentir intimidado, o que tornará você mais tímido. Não adianta se comparar a ninguém – mas se você fizer, faça-o de forma realista. Todo mundo está exausto com problemas de auto-confiança, também!

A sério. Se você tem alguns amigos super-confiantes e extrovertidas ou familiares, pergunta-lhes sobre este tema. Eles provavelmente vão dizer alguma coisa, “Oh, sim, “Eu costumava ser terrível”. Eu realmente tive que trabalhar para isso.” Você está apenas em uma fase diferente do processo.

 Pense em como você é grande. Todo mundo tem algum dom especial ou traço para oferecer ao mundo. Pode soar convencimento, mas é verdade. Pense sobre o que você sabe, o que você pode fazer, e o que você tem feito, em vez de fixar-se em como você olha, som ou vestido. Tenha em mente que todos, mesmo as “pessoas bonitas”, tem algo sobre si mesma ou sua vida que elas não gostam. Não há nenhuma razão específica para que o seu “problema” deve fazer você ficar tímido, o seu “problema” não deve torná-lo tímido.

Quando você se concentrar sobre isso, você vai perceber que você tem muito para oferecer qualquer grupo ou situação. Os seus recursos e habilidades são necessários para melhorar qualquer problema, conversa, ou circunstância. Sabendo disso, você vai se sentir mais inclinados a falar.

Identifique o seu valor social e pontos fortes. Só porque você não é o alfa na sala, tem a voz mais florescente, ou começa a festa não significa que você não têm forças sociais. Você é um grande ouvinte? Você tem um olho para o detalhe? É possível, é algo que não ocorreu com você, então sentar-se por um segundo. Você está melhor em observar que a maioria das pessoas ao seu redor não é superior a você.

Seus pontos fortes pode dar-lhe uma vantagem. Se você é um grande ouvinte, você provavelmente vai ser capaz de ver quando alguém tem um problema e precisa desabafar um pouco. Nesta circunstância, que é o único que precisa de você. Não há nada ameaçador sobre essa situação.

Em cada grupo social, todos os papéis precisam ser preenchidos. Você tem um lugar, mesmo se você não vê-lo. Nada é melhor do que qualquer outro – sabe que seu valor, seja ela qual for, completa a dinâmica de grupo.

Não pego em etiquetas. Para o registro, as pessoas populares não são felizes. Os extrovertidos não são necessariamente popular ou feliz e as pessoas tímidas não são necessariamente os introvertidos, infeliz, ou frio e distante. Assim como você não quer ser pego em etiquetas, não alinhava-los para outra pessoa qualquer.

As crianças populares da escola estão tentando, dia após dia, ser popular. Eles estão tentando se conformar e adaptar-se e ter sucesso. Bom para elas, mas isso não significa que elas estão felizes ou que ele vai durar. Tentando imitar algo que não é o que parece não vai chegar a lugar nenhum.

 ser informado. Se você irá participar de uma festa na próxima semana, é uma boa idéia para preparar-se com um par de temas quentes. O governo está fechando de novo? Um programa de TV final? Um evento internacional? Leia. Dessa forma, quando o tema surge na conversa, você vai ser capaz de interagir.

Você não está vindo para impressionar aqui com seu conhecimento profundo e em profundidade. Você está simplesmente participando. Outros não estão vindos para ser julgado ou ser entregue a opiniões, por isso mantenha-se leve e amigável.

Pense em conversas em estágios. A interação social pode ser simplificada para superar a timidez e falar bem em público, a um ponto. Quando você descer as etapas básicas e internalizá-las, você estará pronto para ter conversas no piloto automático, que é muito menos estressante. Pense em todas as conversações em quatro etapas:

O estágio um é uma linha de abertura simples. É conversa fiada que é melhor.

Estágio dois são as apresentações. Auto-explicativo.

O estágio três é encontrar um terreno comum, algum tópico que você pode tanto falar com confiança.

Estágio quatro é o encerramento, uma das partes informar a outra de sua partida, e resumindo, possivelmente trocando informações. “Bem, foi ótimo conversar com você ou com vocês  – Eu nunca pensei sobre isso dessa forma Está aqui meu cartão -.! Vamos conversar novamente em breve”

Comece uma conversa. Lembre-se que projeto impressionante você completou? Essa montanha caminhamos até lá em cima? Essa doença que você venceu? Se você pode fazer todas essas coisas, essa conversa vai ser um pedaço de bolo. Um comentário aleatório sobre algo que você e a outra parte vão iniciar – “Este ônibus Paulo está sempre atrasado”, ou “Só tenho que ter fé que o café está chegando!”

Adicionar um detalhe para declarações básicas. Se alguém lhe perguntar onde você mora, é fácil para a conversa parar em um instante, sinto-como-você-não conseguiu parar mortos. Em vez de dizer “rua tal”, você diz: “bairro tal, rua tal, ao lado da padaria do SR João há quinze anos, que incrível.”  Dessa forma, a pessoa tem algo a comentar, mantendo a conversa. Em vez de responder, “Oh, legal.” Elas dirão: “ah que bom, você já comprou os bolos de chocolate do SR João?!”

Aqueça-se.

Comece rapidamente, cada conversa durando apenas alguns minutos isso para aquecer o diálogo. Isso vai tirar a pressão fora de você e, provavelmente, torná-lo menos nervoso.

Olhar e agir acessível. transmite uma atitude aberta, amigável com a sua linguagem corporal. Certifique-se de manter seus braços descruzados, a cabeça erguida. Ninguém vai falar com você, se você está enterrado em um jogo de esmagamento amargo. Eles estão apenas sendo educado!

Pense nas pessoas que você gostaria de abordar. O que seus corpos e rostos dizem?



style=”display:inline-block;width:320px;height:100px”
data-ad-client=”ca-pub-0528134721001131″
data-ad-slot=”3940027215″>

Sorriso e fazer contato visual. Um simples sorriso na direção de um estranho pode alegrar o seu dia, e vai iluminar o dele também! Sorrir é uma forma amigável para chamar a atenção dos outros, e isso é bom iniciar uma conversa com alguém, estranho ou amigo. Você está mostrando que você é inofensivo, amigável, e querendo se envolver.

Os seres humanos são criaturas sociais. Um simples olhar para prisioneiros em confinamento solitário vai provar isso. Todos nós estamos buscando interação e reafirmação. Você não está impondo em seu dia – você está fazendo-o mais vibrante e, bem, melhor.

Pense no seu corpo. Quando você está em um grupo de pessoas (ou mesmo apenas uma pessoa), você provavelmente vai ser pego em alguns pensamentos tímidos. Isso é normal no início. Se você está ficando ansioso, pergunte a si mesmo estas perguntas: [4]

Estou respirando? Se você pode diminuir sua respiração, seu corpo vai relaxar automaticamente.

Estou relaxado? Mova seu corpo para uma posição mais confortável.

Estou aberto? Você pode estar levando sugestões de seu próprio posicionamento. A abertura pode mudar a forma como os outros o vêem como parte do grupo.

Definir metas para si mesmo. Não é o suficiente para pensar “Eu vou ir lá fora e não ser tímido!” Isso não é realmente uma meta tangível – que é semelhante a dizer: “Eu quero ser incrível.” Como você faz isso? Você precisa de metas orientadas para a ação, como falar com um estranho ou iniciar uma conversa com uma menina bonita ou menino que você conhece. (Nós vamos cobrir essas ações logo abaixo).

Concentre-se em pequenas realizações diárias, então, gradualmente, torna-se mais ousado. Mesmo pedindo um estranho o tempo pode ser uma tarefa assustadora. Não jogue fora estas pequenas chances como não fossem grandes coisas – elas são enormes! Você pode trabalhar até falar na frente de grandes multidões.

 Encontre o que é confortável para você ficar no bar bebendo a noite toda com os amigos por causa de uma garota, não é para você que não bebe, você iria ficar muito desconfortável.  Você não tem que estar fazendo o que todo mundo está fazendo.

E se você fizer isso, você não vai ficar com ela e você não vai encontrar pessoas que você gosta e são semelhantes a você. Por que desperdiçar seu tempo?! Se a cena do bar não é para você, isso é totalmente bom. Pratique suas habilidades sociais em casas de café, em pequenas reuniões, ou no trabalho. Eles são mais aplicáveis ​​à sua vida.

Prática colocando-se em situações não tão confortáveis. O que é zona de conforto? A zona de conforto pode ser entendida como uma série de comportamentos que adotamos por costume. Encontra-se na zona de conforto quem está perfeitamente acomodado à sua rotina, quem não se arrisca e aceita as coisas como elas estão.

A fronteira da zona de conforto representa uma barreira psicológica que nos impede de encarar desafios e melhorar a nossa qualidade de vida.

É como se houvesse uma voz falando aos nossos ouvidos: “É arriscado demais.. Você não é capaz.. É difícil.. Isso não é pra você..”.

Sair da zona de conforto nos permite realizar coisas incríveis. É possível estar completamente satisfeito com o trabalho, com a saúde, com a companhia, com os amigos, enfim, com toda a sua vida.

Tudo depende de você. Para chegar aonde a maioria não chega, é preciso fazer o que a maioria não faz.

Atenção: todas as pessoas bem sucedidas sabem que a segurança é uma ilusão. Passar um tempo fora de sua zona de conforto fará você se sentir vivo como nunca antes.

Toma a palavra em reuniões que você nunca se atreveu a falar fale em grupos etc .

 Apresente-se a uma nova pessoa a cada dia. Muitas vezes, é mais fácil falar com estranhos, pelo menos momentaneamente. Afinal, você nunca pode vê-los novamente, então quem se importa o que eles pensam sobre você? Essa mulher na rua, caminhando para o ônibus. Tente fazer contato visual com ela e sorrir. É literalmente 3 segundos de seu tempo!

Quanto mais você fizer isso, mais você acha que as pessoas são receptivas e amigáveis. De vez em quando você vai ter a aberração ocasional que é paranóico e te pergunta por que você está sorrindo para mim?

saia para fora. Converse com alguém que você normalmente não pensa em ter uma conversa com. Tente encontrar pessoas que compartilham um ou mais dos seus interesses e fazer planos para conversar com elas. Em algum momento ou outro, você vai encontrar-se na frente de um grupo. Gritei até mesmo o mais básico de declarações (ou em prol de outra pessoa). Envolver-se. É a única maneira de crescer.

Isso vai ficar mais fácil com o tempo. Lembre-se como dirigir ou andar de bicicleta foi difícil no começo? É o mesmo com as interações sociais; você apenas não tem tido muita prática.

Grave seus sucessos e continua. No seu notbook você tem seus gatilhos sociais listados, anote os seus sucessos. Vendo o progresso que você fez é uma grande motivação para continuar. Em poucas semanas, você vai se surpreender com o controle que você está tomando, convencendo-lhe todo o mais que essa coisa é Impressionante.

Não há cronograma para isso. Para algumas pessoas, isso não vai acontecer até que uma lâmpada clica e, de repente, elas chegam. Para outros, é um caminho lento, que leva 6 meses.  não importa quanto tempo leva. Confie em si mesmo. Você vai chegar lá se enfrentar as situações que lhe causa timidez.

Dicas

Lembre-se que a timidez é uma emoção, não um traço de personalidade permanente. Você tem o poder de mudar seus sentimentos de timidez através do desejo e ações.

“Finja até que você faça isso” – é um bom lema. Mantenha fingindo ser confiante e depois de algum tempo você vai achar que você realmente é. Lembre-se que achar muito difícil em situações que você não se senti confortável só vai reforçar o problema. Timidez e ansiedade social é um traço comportamental aprendido e você achará facilidade em coisas a uma taxa semi-confortável. [5]

Medo e emoção compartilham a mesma química, adrenalina. Se você se concentrar nos aspectos positivos do evento, a fala, a atividade, etc. e pensar em sua tensão como antecipação, você pode virar seus medos sobre em uma emoção que faz você gosta de estar de saída. Muitas pessoas eloqüentes, entram em situações públicas com tanta tensão como você, mas elas interpretam como excitação e compartilha com outras pessoas. O medo do palco pode desaparecer em um desempenho estelar quando você faz esse interruptor no que você acha que o sentimento é.

Diga “sim” a mais coisas. Na primeira vez, será difícil. Comece com coisas pequenas, como dizer oi para um colega de classe ou algo assim; a coisa é que quando você aceita a fazer coisa que você não costuma fazer, você pode obter tantos momentos interessantes. Além disso, você vai se sentir melhor sobre si mesmo, porque você foi corajoso o suficiente para fazê-lo.

Seja Voluntário ao aderir a um clube ou grupo social! Participe de um clube que está interessado e você vai conhecer outras pessoas com interesses comuns. Esta é uma ótima maneira de fazer amigos.

Só sei que quase todo mundo é tímido em certa medida. A diferença é o grau de timidez. Você pode aumentar a sua confiança através da prática de habilidades de conversação e ter novos temas para discutir.

Dar-se muito tempo para conversar. Falando lentamente dá-lhe mais tempo para pensar sobre o que dizer, assim como muitas vezes adicionar peso a suas palavras.

Faça uma lista de coisas que você ama sobre si mesmo e coloca em sua parede. Pode iniciar alguma confiança antes de sair pela porta.

Superar o medo do palco, imaginando que você é outra pessoa, tal como uma celebridade favorita que você admira. Imagine-se como essa pessoa até se sentir confortável no palco.

Não há nada de errado em ser tímido, mas também não há nada de errado em não ser tímido, falar bem e fazer boas apresentações.

Não tenha medo de procurar ajuda profissional; aconselhamento em grupo, aconselhamento individual e terapia pode ajudá-lo ao longo do caminho. Às vezes é mais do que apenas a timidez, e é importante perceber isso. Fobia Social é muitas vezes visto como “extrema timidez”, então tenha certeza que você sabe o que você tem.

Se você é tímido quando você era menor você não ainda tem que ser. Você é sua própria pessoa. Seja o que você quer e uma vez que você está aqui eu tenho certeza que você não quer ser tímido, quer falar bem em público com naturalidade e eloquência.

Advertências

Se você fosse conhecido por ser tímido entre os membros da família e amigos, atente para a brincadeira inofensiva. Alguns podem se sentir desconfortáveis ​​com você existente fora da categoria que eles colocá-lo, em suas próprias mentes. Ignore-os. Eles querem dizer bem, mas não deixe eles te assustar de novo em seu escudo!

Às vezes a timidez é uma fase – muitas pessoas se tornam mais confiantes e extrovertidas com a idade. Não vá sobre a tentativa de mudar a si mesmo, a menos que realmente o torna infeliz; você pode crescer com isso com o tempo.

você não precisa de ser tímido, toma uma respiração profunda. Mantenha sua cabeça erguida.

Mais Dicas:

1)Cumprimente as pessoas com carisma e disposição. Sorria mais!
2) Você será valorizado pelas pessoas da mesma forma que se valoriza. Cuide da sua autoestima.
3) Você é o que faz repetidas vezes. O que tem feito de diferente para ter resultados diferentes?
4) Não tenha medo de aceitar a sua timidez. Aceitar-se é a melhor decisão a ser tomada.
5) Um bom bate-papo com pessoas próximas ou não, traz muitos benefícios. Experimente interagir mais!
6) Sentindo que está sem assunto, seja um bom ouvinte. Essa, na verdade, é uma grande virtude. Estimule as pessoas para que falem mais. É importante demonstrar que está interessado no que o outro está falando.
7) O mais importante é estar bem consigo mesmo. Caso esteja incomodado com seu comportamento, procure ajuda. Vale muito a pena participar de treinamentos, palestras ou fazer terapia. O que não pode é ficar aí sofrendo, reclamando da vida por não ser isso, não ter aquilo.

leia o artigo (COMO MELHORAR A SAÚDE MENTAL E EMOCIONAL CLICANDO AQUI)

 




Tags:como superar a timidez, como falar bem em publico, como deixar a timidez, ansiedade, como controlar o nervosismo, oratória, falar bem.